Estou devendo no Simples Nacional. Como regularizar minha situação?

Estou devendo no Simples Nacional. Como regularizar minha situação?

Xiii… Deixou de pagar suas DAS e agora não sabe o que fazer? Fica tranquilo que a gente te ajuda!

Caso você não esteja com o pagamentos dos seus impostos em dia, precisará da ajuda do seu contador para que possa regularizar essa situação e não corra o risco de ter sua empresa excluída do Simples Nacional, afinal de contas, a pior coisa para um micro ou pequeno empresário é receber o comunicado de exclusão do Simples, não é mesmo?

Mas calma, se você está querendo se regularizar antes que isso aconteça, as coisas não estão tão complicadas assim, vamos lá?

Como dissemos acima, a primeira coisa é pedir ajuda para o seu contador para que ele entre no sistema da Receita Federal e entenda exatamente qual é a sua situação, refaça todas as apurações do período em que você ficou sem pagar e verifique o valor total da sua dívida para que você possa iniciar o pagamento

Como quitar meus débitos?

Se você tiver condições, o pagamento dos débitos poderá ser realizado à vista, ou seja, será gerada uma guia única com o valor total da sua dívida (acrescida de multa e juros) e assim que você efetuar o pagamento, sua situação estará regularizada.

Caso o pagamento da dívida, juntamente com  os impostos mensais do Simples Nacional (é claro, não vai se esquecer disso), acabem ficando um pouco pesados para o seu orçamento, a contabilidade poderá solicitar o parcelamento da dívida em até 60 meses, desde que o valor mínimo de cada parcela seja de, no mínimo, R$300,00.

Aqui vale a pena se atentar que a solicitação de parcelamento só é permitida uma vez por ano, ou seja, de você tiver em um parcelamento e deixar de pagar, não poderá “reparcelar” sua dívida até a virada do ano.

Todas as ações são feitas diretamente pelo site da Receita Federal. Fique tranquilo que você não precisará perder dias de trabalho para encarar nenhuma fila.

E lembre-se, se precisar de ajuda, conte sempre com o Simplificador!

 

Deixe uma resposta